A campanha

A Campanha de Entrega Voluntária é uma política pública perene prevista na Lei Nacional de Controle de Armas.

Ela é coordenada pelo Ministério da Justiça que cadastra os postos de coleta que podem ser: das guardas civis metropolitanas, polícias militares, polícias civis, Polícia Federal ou Polícia Rodoviária Federal. O Ministério também é o responsável pelo sistema de cadastro das armas entregues, pela sua destruição e pelo pagamento da indenização.

O Instituto Sou da Paz foi o primeiro fomentador das Campanhas de Entrega Voluntária no Brasil e continua trabalhando, por meio de parcerias sem repasse de recurso público, para que sejam aprimoradas e impulsionadas.

Órgãos públicos de referência: